Pesquisar este blog

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Mais uma dose da Black Mud, por favor?




Garçom, mais uma dose de indie rock, por favor?  Achei esse espaço, perdi o meu sossego. Fiquei com essa vontade súbita martelando meu juízo, para ouvir esse som que mistura o regionalismo, das idas e vindas, pelas entradas becos, praças e aconchegos culturais da cidade do Recife. É por essa sensação que você será invadido pelas composições da Black Mud. O EP “Vivendo uma Dose” retrata as experiências da juventude que caminham pela Rua da Moeda, que bebem a sombra da estátua de Chico Science e almejam espaço no cenário independente.


O álbum de lançamento dessa banda ao mercado musical possui seis faixas que possuem aquela pitada do alternativo. As mais ouvidas pelo público são: “Continuar”; “Teu Aval”; “Você Comprometeu meu Fígado” e “Todo o Amor do Mundo”. Porém, não se pode esquecer-se da filosofia esbravejada no “Mangue da Saudade” que demonstra esse amor estampado pelas paredes da cultura pernambucana.



Para os amantes de Los Hermanos, Gram, Selvagens à Procura da Lei, Vivendo do Ócio, The Strokes e Mombojó, esse grupo surge com essas respectivas influências, carregando-as em sua bagagem cultural. O projeto integra Rafael Cabral (Vocal e Guitarra), Gabriel Santana (Baixo), Kevin Paes (Bateria) e Carlos André (Guitarra Solo).

Ouça a Banda:

Baixe agora!

Fanpage:





Seguidores